Carrefour segue em contato com a família de João Alberto Silveira Freitas, se compromete com novas ações para mudar segurança das lojas de Porto Alegre e anuncia canal de escuta

04/12/2020

Carrefour segue em contato com a família de João Alberto Silveira Freitas, se compromete com novas ações para mudar segurança das lojas de Porto Alegre e anuncia canal de escuta

O Carrefour informa que segue em contato com a família do senhor João Alberto Silveira Freitas, vítima no dia 19 de novembro no supermercado de Passo D’Areia, bairro de Porto Alegre. Desde o primeiro momento, a empresa entrou em contato com o senhor João Batista, pai de João Alberto, para oferecer apoio à família neste momento de dor irreparável. Em 21 de novembro, o CEO do Grupo Carrefour Brasil, Noël Prioux, ligou diretamente para o senhor João Batista para reforçar que a empresa não mediria esforços na ajuda à família. Na quarta-feira, dia 25, o Carrefour conversou com a esposa do senhor João Alberto, senhora Milena Borges, que direcionou o contato para o seu advogado.

Enquanto as tratativas com os advogados da família seguem avançando, o Carrefour oferecerá dois apoios imediatos para avaliação da família:

1 – Uma ajuda emergencial à família do senhor João Alberto, como uma forma de garantir amparo neste momento.

2 – Uma assistente social para dar apoio psicológico à viúva - senhora Milena Borges -, à filha mais velha - Thaís - e à ex-mulher do senhor João Alberto, com a qual teve três filhos.

Outro ponto importante é que, como ponto inicial da transformação radical de seu modelo de segurança, a empresa está em processo de contratação de pessoas para internalizar a segurança da loja Passo D’Areia em até uma semana, na próxima sexta-feira, 4 de dezembro. As outras duas unidades da rede na cidade de Porto Alegre já estão sendo preparadas para que também recebam esse processo.

O Carrefour entende que somente ouvindo e aprendendo com as pessoas e organizações comprometidas com o combate ao racismo pode efetivamente contribuir para a mudança do racismo estrutural na sociedade. Por isso, foi criado o Comitê Externo de Livre Expressão sobre a Diversidade e Inclusão. Em breve, será aberto um canal para, via Comitê, ampliar ações e o diálogo com outras organizações no país, que irão contribuir para que o ocorrido em Porto Alegre não mais aconteça.

O Carrefour sabe que nada trará a vida do senhor João Alberto de volta, mas espera poder ajudar a família neste momento de dor irreparável. E continua avançando para implementar as medidas que ajudarão a contribuir para o combate à discriminação racial no Brasil.

Na mídia

Como ponto inicial da transformação radical de seu modelo de segurança, a empresa está em processo de contratação de pessoas para internalizar a segurança da loja Passo D’Areia

#NãoVamosEsquecer

Na noite do dia 19 de novembro de 2020, João Alberto Silveira Freitas foi morto nas dependências de nossa loja no bairro Passo D’Areia, em Porto Alegre/RS, em ato que não representa e nem condiz com os valores do Carrefour.

Neste site, reforçamos as ações que estamos tomando diante deste fato e os compromissos assumidos com a sociedade e com o nosso corpo de mais de 100 mil colaboradores em todo o Brasil. Com o objetivo de seguir evoluindo como empresa e contribuindo para o combate ao racismo estrutural do Brasil.

Grupo Carrefour Brasil conclui todos os acordos com familiares de João Alberto Freitas e avança nos compromissos internos e com a sociedade.