João Alberto não será esquecido.

Na noite do dia 19 de novembro de 2020, João Alberto Silveira Freitas foi morto nas dependências de nossa loja no bairro Passo D’Areia, em Porto Alegre / RS, em ato brutal que não representa e nem condiz com os valores do Carrefour.

Uma tragédia que deve ser lembrada, para que possamos evoluir como empresa e contribuir para o combate ao racismo estrutural no Brasil. Neste site, reunimos ações que estamos tomando diante deste fato e os compromissos assumidos com a sociedade e com o nosso corpo de 80 mil colaboradores em todo o Brasil.

Nada trará a vida de João Alberto de volta. Estamos certos, no entanto, que esse profundo pesar se converterá em ações concretas que impedirão que tragédias como essa se repitam.

Compromissos e plano de ação antirracista

Com os compromissos assumidos, que seguem as orientações do Comitê Externo de Livre Expressão sobre a Diversidade e Inclusão, o Carrefour Brasil acredita estar dando um importante passo de um longo caminho no combate à discriminação racial.

1. Tolerância zero ao racismo e à discriminação

Implementar uma política de tolerância zero ao racismo e à discriminação por razões de raça e etnia, origem, condição social, identidade de gênero, orientação sexual, idade, deficiência e religião no Carrefour e sua cadeia de valor.

2. Transformação radical do modelo de segurança do Carrefour Brasil

Iniciar imediatamente o piloto de internalização da segurança das áreas internas das 4 lojas da região de Porto Alegre e a revisão do modelo de contratação, treinamento, protocolos e gestão dessas equipes.

3. Divulgação da política de tolerância zero à discriminação

Divulgar de forma clara, ostensiva e permanente uma Política de Tolerância Zero a todo tipo de discriminação, com treinamento de todos os colaboradores em todas as unidades do Carrefour.

4. Investimento na carreira de pessoas negras do Carrefour

Oferecer qualificação diferenciada para 100 negros e negras por ano para aceleração na carreira no Carrefour, permitindo que cheguem mais rapidamente a cargos de liderança.

5. Investimento social privado em educação, empreendedorismo e empregabilidade

Financiar cursos técnicos e acadêmicos nas áreas de Tecnologia e Gastronomia para formação de profissionais para o mercado de trabalho.

6. Percentual mínimo de 50% de negros nas novas contratações

Contratação aproximada de 20 mil novos colaboradores por ano, respeitando a representatividade racial da população do país. Abrir um Programa de Estágio e de Trainees exclusivo para pessoas negras.

7. Mecanismo de denúncia de preconceito e discriminação

Disponibilizar dispositivo digital nos sites e aplicativos para apoiar colaboradores e clientes que estejam sofrendo qualquer tipo de preconceito e violência relacionado à raça ou ao gênero, com equipe dedicada para orientação, apuração e encaminhamento das denúncias recebidas.

8. Estímulo ao empreendedorismo de pessoas negras

Criar um Programa de Inclusão de empreendedores em sua cadeia de valor, que investirá recursos financeiros em redes incubadoras e aceleradoras negras no Rio Grande do Sul.

Fundo de diversidade

O Carrefour Brasil constituiu um Fundo de Diversidade e Combate à Discriminação Racial, que atualmente considera o valor de R$ 40 milhões, sendo R$ 25 milhões previstos inicialmente, adicionado o resultado da venda dos dias 20, 26 e 27 de novembro de 2020, como divulgado anteriormente. Esse Fundo deverá ser destinado a ações de impacto na sociedade, previstas nos compromissos divulgados através de editais que serão postados neste site.

Investimento Social Privado

(Empregabilidade, Educação e Empreendedorismo)

1. Financiar cursos técnicos em Tecnologia e Gastronomia para pessoas negras com foco na formação de profissionais para o mercado de trabalho.

2. Financiar o desenvolvimento acadêmico (graduação, pós-graduação stricto e lato sensu, mestrado, doutorado e intercâmbio) em Tecnologia, Engenharia e Gastronomia para pessoas negras como preparação para o mercado de trabalho.

3. Fomentar Projetos de Impacto Social de empreendedores negros na área da alimentação em zonas rurais e/ou urbanas.

Educação da Sociedade no Combate à Discriminação Racial

1. Promover campanha institucional com o tema do combate às discriminações e ao racismo como forma de contribuir para a educação da população brasileira.

2. Criar um Fórum virtual e educativo sobre o combate ao racismo e a todo tipo de discriminação aberto a todos os brasileiros.

Aceleradoras/Incubadoras de Empreendedorismo de pessoas negras

Todas (ou a maioria) das entidades/instituições contempladas pelo Fundo devem ser prioritariamente escolhidas através de Editais Públicos.

1. Criação de um Programa de inclusão de empreendedores(as) negros(as) na cadeia da valor do Carrefour em parceria com entidades/organizações intermediárias negras.

2. Realizar investimento de recursos financeiros destinados a redes incubadoras e aceleradoras negras nas cadeias produtivas de gastronomia, rural e tecnologia, com piloto no RS.

3. Usar nosso marketplace e espaço físico em lojas para divulgar a rede de empreendedores negros de cada região, como forma de ampliar a atuação e fomentar o empreendedorismo local.

Iniciativas

Valorizar a diversidade e a inclusão faz parte do DNA do Carrefour, e cuidamos da qualidade das relações que mantemos com todas as pessoas. Por isso as respeitamos e acolhemos como fonte de riqueza, algo que torna a organização e o mundo mais sustentável. O Grupo Carrefour Brasil, na condução dos negócios, como signatário do Pacto Global, adota iniciativas de sustentabilidade corporativa propostas pela Organização das Nações Unidas (ONU) e busca fazer com que as atividades e operações e toda sua cadeia de valor contribuam efetivamente para o cumprimento da Agenda 2030 e de seus Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Além disso, firma seu compromisso com a legislação brasileira e com as boas práticas de responsabilidade social de rejeitar a discriminação por questões de etnia/cor, idade, gênero, religião, orientação sexual, identidade de gênero, deficiências, classe social, nacionalidade, naturalidade ou outras singularidades que possam oferecer riscos às pessoas por preconceitos presentes na sociedade. Para reforçar e garantir uma cultura de inclusão transversal no Grupo, assegurar a convivência respeitosa e justa entre as pessoas e incluir o tema da diversidade na agenda estratégica da companhia, desde 2012 o Carrefour mantém a Plataforma de Diversidade e Inclusão, que abriga o Comitê Estratégico de Diversidade, o Comitê Gestor de Diversidade e os grupos de afinidade. Temos quatro temas que são considerados prioritários para o Grupo Carrefour Brasil: diversidade de gênero, racial e sexual, e inclusão de pessoas com deficiência. Além disso, temos desenvolvido diversas ações afirmativas que buscam a igualdade de oportunidades, cultura do respeito, diálogo com os stakeholders e diversidade como valor para a marca. Sobretudo na diversidade racial, compartilhamos as ações afirmativas para os colaboradores e colaboradoras, negros e negras e toda a sociedade civil:

  • Desde 2012 temos uma Política de Valorização da Diversidade.
  • Atualmente, temos no Carrefour 22.903 mil colaboradores e colaboradoras que se autodeclaram como pretos e pardos, o que representa 58,96% da nossa população.
  • Temos 2.280 colaboradores negros e colaboradoras negras em cargos de liderança, o que representa 49,88% da nossa liderança.
  • Somos signatários, no Brasil, da Iniciativa Empresarial pela Igualdade, liderada pela Faculdade Zumbi dos Palmares e também signatários da Coalizão Empresarial Equidade Racial e de Gênero.
  • Patrocinamos o Fórum Brasil Diverso e a Jornada da Diversidade, que são dois dos maiores Fóruns no Brasil e que têm como espaço o diálogo da diversidade racial.
  • Patrocinamos a Revista Raça, que é uma empresa com visibilidade nacional para apoiar ações e diálogos antirracistas.
  • Damos voz aos nossos colaboradores e colaboradoras, por isso, temos o GARU, Grupo de Afinidade Racial Ubuntu, que é composto por nossos colaboradores que se reúnem mensalmente para propor ações afirmativas e dialogar sobre a equidade racial. Além disso, em 2020 criamos os comitês de diversidade regionais com a participação de colaboradores das 5 regiões do Brasil.
  • Participamos também da Feira das Profissões, liderada pela Faculdade Zumbi dos Palmares, que ocorre no mês de novembro para atração de profissionais negros e negras no mercado de trabalho.
  • Fizemos parcerias com instituições para atração de candidatos negros e candidatas negras, como, por exemplo, a empresa Empregue Afro.
  • Workshop de viés inconsciente com os gestores do Programa de Estágio, com o objetivo de eliminar barreiras para a contratação de todas as pessoas, neles, incluídos negros e negras.
  • Workshop de viés inconsciente para o time de recrutamento e seleção.
  • Divulgação de cursos de tecnologia Digital One com a Faculdade Zumbi dos Palmares.
  • Nos anos de 2018 e 2019, estabelecemos metas para a nossa liderança para a contratação de negros e negras na liderança com impacto em bônus.
  • Treinamos nos últimos anos nossos líderes em práticas de inclusão, cultura do respeito e valorização de todas as pessoas.
  • Roll out do jogo de diversidade com tema racial para time de prevenção.
  • Desde o onboarding dos colaboradores, falamos sobre diversidade e inclusão, e que no Carrefour todos merecem respeito.
  • Em 2020, lançamos nossa Cartilha de Diversidade para Fornecedores, com letramento e sensibilização sobre diversidade e inclusão.
  • O CEO Grupo Carrefour Brasil, Noël Prioux, é um dos executivos entrevistados no livro de Maurício Pestana, Empresas Antirracistas.
  • Em 2020, promovemos webinars para espaços de diálogo em combate ao racismo.
  • Semanas específicas para celebrações de importantes datas raciais, como Dia da Consciência Negra, Dia da Abolição da Escravidão, Dia da Mulher Negra, Latina e Caribenha, com intervenções, webinars e sensibilizações em todos os nossos modelos de negócio.
  • Post em nossas redes sociais em combate ao racismo estrutural, e educação sobre o tema para a sociedade.
  • Comunicação constante e proativa sobre racismo institucional.
  • Consultoria com Maurício Pestana, CEO da Revista Raça para questões raciais.
  • Diálogos com influenciadores da pauta da diversidade racial no Brasil.
  • Exposição dos cartoons do Maurício Pestana em lojas.
  • Investimento social com Mulheres de Mão de Cheia.
  • Formulário de autodeclaração de raça para os colaboradores admitidos.
  • Interseccionalidade com a inclusão de mulheres refugiadas, com a participação no Empoderando Refugiadas da ANCUR, agência da ONU para a empregabilidade de pessoas em situação de refúgio.
  • Treinamento ao vivo em 21 de novembro de 2020 para aproximadamente 15 mil colaboradores sobre o racismo estrutural, ações e práticas antirracistas com alcance previsto de 100% dos colaboradores até o dia 23 de novembro.
  • Reconhecimento e premiações no Brasil pela jornada de diversidade e inclusão como Guia Exame de Diversidade anos 2019 e 2020, Selo de Direitos Humanos da Prefeitura de São Paulo, Prêmio WEPS/ONU Mulheres e Prêmio EmpregueAfro de Valorização da Diversidade Étnico-Racial.

No último ano, realizamos nosso II Fórum de Liderança Inclusiva com participação de mais de 1.500 lideranças para reforçar nosso posicionamento de que diversidade e respeito a colaboradores, clientes, fornecedores e sociedade são valores inegociáveis, assim como nosso objetivo de disseminar a cultura do respeito a todas as pessoas, promover a igualdade de oportunidades e combater todo e qualquer tipo de discriminação. Nesse Fórum, que contou com a participação de importantes interlocutores e professores do tema (Negra Li, Ricardo Sales da MAIS Diversidade, Renato Meirelles do Instituto ILocomotiva, Ines Cozzo, Carolina Ignarra da Talento Incluir e o Instituto Oportunidade Social), anunciamos as seguintes metas e ações:

  • Mulheres na Liderança: meta global de 40% de mulheres em cargos de diretoras/diretoras sênior até 2025.
  • Negros na Liderança: queremos ter 50% de negros na liderança até 2025.
  • Pessoas com Deficiência: atingir a cota/obrigação legal de 5% de pessoas com deficiência até 2023

 Já as ações para 20/21 propostas a partir do Fórum são:

  • Uma Carta do CEO do Grupo Carrefour Brasil, Noël Prioux, para toda a liderança do Carrefour foi enviada na segunda-feira, dia 16/11, e finalizava com a seguinte mensagem: “É urgente e imperativo que vocês, líderes, tenham uma postura muito mais ativa, priorizando esse tema em suas pautas e corrigindo condutas que não condizem com nossos valores, afinal todes merecem respeito!”
  • Manifesto de Diversidade em todas as lojas, CDs e áreas internas da empresa a partir do dia 23/11.
  • Capacitação de 240 pessoas com deficiência pelo Instituto de Oportunidade Social.
  • Curso e-learning obrigatório para toda a liderança sobre VIÉS INCONSCIENTE.
  • Trilha de Desenvolvimento EAD e Programa de Mentoria para desenvolvimento das colaboradoras MULHERES para liderança.
  • Programa IDE – Inclusão, Diversidade e Equidade - Programa de Aceleração de carreira dos colaboradores de perfis minorizados (negros, pessoas com deficiência, pessoas trans e refugiados) identificados como destaque no Ciclo de Gente de 2020. Durante 6 meses, 71 colaboradores e colaboradoras terão uma trilha de conhecimento denominados “soft skills”, competências baseadas em inteligência emocional, além de capacitação técnica para ocuparem posições de primeira liderança no Carrefour, e ainda, TODOS os colaboradores negros, mulheres, refugiados e trans terão acesso a uma trilha especial de desenvolvimento EAD.

E por fim, convidamos os colaboradores a se tornarem Embaixadores da Diversidade e serem co-responsáveis por disseminar e fazer viver o tema de diversidade e inclusão no Carrefour, participando de encontros, divulgando conteúdos e promovendo nosso compromisso de respeito a todas as pessoas no seu entorno.

 

Política de Diversidade para Colaboradores Cartilha de Diversidade para Colaboradores Manifesto de Diversidade e Inclusão Relatório de Sustentabilidade

Fale conosco

Queremos ouvi-lo.

Para dúvidas sobre o nosso compromisso público/plano:

SAC: 3004.2222
Segunda a domingo: 08h às 21h
Site: carrefour.com.br/atendimento
E-mail: [email protected]

Para denúncias sobre discriminação ou racismo:

Conexão Ética: 0800.772.2975
Segunda a sábado: 08h às 20h
Site: conexaoeticacarrefour.com.br
E-mail: [email protected]

Enviando, aguarde.